Arquivo | agosto, 2012

Hello there!

30 ago

Isso faz parte de um plano antigo. Bem antigo. Daqueles que você coloca na lista dos “amanhã eu começo”, mas acabou ficando no “quem sabe um dia ou uma hora que eu tiver tempo”. A verdade é que nunca se tem tempo. E nem agora eu terei provavelmente, mas talvez seja questão de administração desse tempo o grande ponto.

Tenho uma teoria de que algumas pessoas têm 40 horas por dia e eu as invejo. Enquanto que as minhas 24 mais se parecem com míseras e corridas 12. Como é que pode? Só eu tenho essa dificuldade? Uma vez, ouvi dizer (ou li em algum lugar) que o dia foi dividido perfeitamente em 3 blocos de horas, sendo 8 para dormir, 8 para trabalhar e 8 para o lazer. Acho interessante como o bloco do meio acaba interferindo nos outros e como essa conta pra mim nunca fecha. Mas como sempre fui ruim com números talvez esteja fazendo a conta errada. Vai saber.

O fato é que o plano do blog existe há anos e só foi colocado em prática agora por 3 motivos. Por precisar desabafar, extravasar e não mais guardar tudo pra mim. Por dividir textos, histórias, experiências e opiniões em algum lugar e com quem certamente já passou ou se identifica com alguma coisa por aqui. E last but not least, pela insistência extrema da Pri. Uma das minhas melhores amigas, companheira de longa data, irmã de alma, a mais talentosa designer que existe, e uma das pessoas com o coração mais puro que conheço.
Pensando bem, acho que existem outros motivos também. Como o fato de sempre gostar de escrever, ou o fato de analisar as coisas de maneira divertida e irônica, ou pelas histórias mais loucas (ou normais demais) acontecerem comigo. Também por ter uma família querida e presente, ou por conviver com amigas tão divertidas e únicas. Por viver momentos tão memoráveis, por tirar o melhor das piores situações, ou exagerar nas que não tiveram nenhuma importância. Por viver rodeada de gente tão importante e especial. Por tanta coisa! São diversos os motivos, mas os 3 primeiros que citei são os principais e decisivos, sem dúvida.

Então, por esses 3 motivos começo aqui um novo projeto, uma nova fase, um novo vício, um novo texto. Pretendo relatar aqui algumas histórias, dividir textos antigos e novos. Expor ideias polêmicas e também as mais banais. Contar da vida como ela é (de verdade e na minha mente sonhadora) e de como ela deveria ser. Dos meus devaneios aos meus realismos. Da minha ingenuidade ao meu sarcasmo mais ácido. Tudo coberto com a intensidade ímpar que me acompanha. Aqui vai ter de tudo. E muito de tudo. E tudo muito. Porque eu sou assim. Muito.