Murphy, seu cretino.

1 out

Imagem

Duvido muito das pessoas que dizem ter nascido com o cu pra lua. Ta ta ta, todo mundo tem uma sorte ou outra. Eu mesma me considero bem iluminada e sortuda. Mas não dá pra sempre se dar bem, sempre ter sorte, pra tudo dar certo. Pra ter nascido assim. É impossível. Tem aqueles dias que parece que TUDO dá errado. Em todos os aspectos que são possíveis. Aqueles dias que você pensa: “Bom, agora só falta um cocô cair na minha cabeça” E cai. Aconteceu comigo há algumas semanas atrás. Bem no meio da testa. Caiu, era verde e fedido.

Esses dias difíceis (vulgo cagados) são os que a Lei de Murphy impera. A famosa lei que tudo que pode dar errado, dará. Gente fina o tal do Murphy. E no meu caso, eu acho que o espírito dele às vezes fica comigo durante o dia inteiro, no meu cangote praticamente. É impressionante. Como num dia qualquer, no ano passado.

O dia tinha sido difícil no trabalho. Puxado. Aquela velha história de acharem que você trabalha no departamento de mágicas e que consegue fazer o possível e impossível. Pra ontem e numa verbinha camarada. Bom, mas era sexta e sexta é o dia da libertação o dia de se jogar nessa vida louca. É o dia que as pessoas mais esperam não? Pelo menos no meu facebook sim. Só se fala disso. Da sexta-feira, sua linda. E a linda chegou. E como de rotina, ou apenas para curar um dia ruim, fomos para a casa de todas as casas. A Love Story? Não. O Secreto.

Decidir a roupa foi um tormento. Naquele dia específico parecia que eu tinha engolido alguém. Ou a família toda desse alguém. Sei la, tava um boi. Nada ficava bom. Saia me deixava com pernas estranhas, regata me deixava com braço de gutcha. Um horror. Acho que meus espelhos foram trocados pelos da casa dos espelhos do Play Center,  todos me zoavam. Arrumei alguma coisa que cobria minha desgraça desse dia e fui. Combinei de encontrar minhas amigas lá. E fui de carro. Burra como sempre. Peguei o carro da minha mãe porque tava mais fácil. Burra de novo.  Chegando perto tava um mega trânsito. Descobri o motivo. Fui parada em duas blitz. Isso mesmo. Duas. Só que eram praticamente a mesma então eu tentei explicar pro cidadão mas ele não quis entender.

Moça, a senhora está alcoolizada?

Não moço, não é nem 1 da manhã e eu estou indo para o lugar. Se já estivesse bêbada teríamos um problema né?

A senhora se incomoda de soprar aqui?

Mas é que eu já fiz isso há alguns metros atrás seu guarda. E deu zero (exceto o Listerine). Posso seguir?

Desculpe senhora, é procedimento.

Mas é só você gritar pro jovem ali que deve ser seu amigo e perguntar se a Zafira preta tá liberada. Teoricamente se não tivesse eu nem teria passado por ele, certo?

A senhora terá que soprar aqui mesmo.

E o senhor enfia esse aparelhinho ….. onde achar pertinente. Pensei.

Soprei, deu zero obviamente e eu segui. Chegando lá fui parar com o Bartolomeu. O Bartolo é o guardinha da rua (que também se chama Bartolomeu alguma coisa). Um querido, e eu sempre paro com ele. (Oi? Você é amiga do guardinha da rua? Yep. That´s me!). Esse dia ele indicou uma vaga meio ruim e eu acabei levando o espelhinho de um Corolla que estava lá. E estraguei o meu também, da minha mãe no caso. Mas é claro, porque o dia tá todo cagado. Isso só complementa. Cheguei espumando na balada. Tava uma fila do capeta e minha amiga que ficou de me esperar já tinha entrado. Oi Murphy, ta legal aí de cavalinho nas minhas costas? Peguei a desgraçada da fila e entrei. Encontrei com as minhas amigas. Lembro de ter comentado com uma delas que gostaria que um carinha x estivesse lá. O carinha que eu tava saindo e tinha saído na quarta-feira e que tinha sido tão legal. Mas como ele tinha me mandado uma msg a tarde perguntando onde eu ía e eu disse que iria no Secreto e ele num bar, desencanei da ideia.

Peguei um drink e fui pra pista. Pra contextualizar, devia fazer 13 minutos que eu tinha entrado. E quando estávamos na pista, moving like jagger, eu vejo ele, o tal carinha que comentei. E ele também estava moving like jagger, com uma senhôura pendurada no pescoço. Sim amigos, ele estava se pegando loucamente com uma xubanga. Fiquei sem reação. Indignada. Queria ter filmado a minha cara naquela hora. Deve ter sido histórica. Eu tava perplexa. Não pelo fato dele estar com outra mulher, mas pela enorme cara de pau de fazer aquilo ali, onde sabia que eu estaria.

Continuei dançando mas me fiz perceber (provavelmente com meus olhares de lasers). E ele largou a querida ali e veio com cara de espanto falar comigo. “Desculpe, eu queria te fazer uma supresa”. Gargalhei internamente (e o Murphy deve ter desmaiado de tanto rir também). O grandessíssimo filho da puta ainda me diz que queria fazer uma surpresa? “Já fez.” Eu disse com um tapinha nas costas dele e ar de desprezo.

Daí o bossal foi atrás da minha amiga e explicou que queria estar lá quando eu chegasse, de surpresa, e aquela menina apareceu sei la de onde (de surpresa também, suponho eu). E ele não teve o que fazer. E blablabla, e não foi minha culpa, o cachorro comeu minha lição de casa. Aquele papinho. Ah, tchau tchau amigo. Me erra. Daí foi atrás de mim, tentou explicar de novo. E depois de ter ouvido as xorumelas, falei pra não se preocupar e pra ele ser feliz. Que era o que eu faria. E depois de algumas horas ele aparece de mãos dadas com a tal. E se pegando num canto qualquer. Again. Hilário. Mas foi ser feliz ué. Acho nobre. Eu fui ser feliz em casa. Chega de brincar de circo.

Chegando em casa vejo que o porteiro não abre a porta da garagem. E vejo que não tem ninguém na portaria. E depois de uns 35 minutos lá na porta agonizando, descubro que o porteiro ficou preso no elevador distribuindo jornal nos andares. Juro. Não me pergunte muita coisa sobre isso, mas eu juro que isso aconteceu. Pra completar o bom dia. E nesse meio tempo esperando o porteiro vem um inbox do tal. Enooorme, com mais texto que a etiqueta da Zara. Ai que saco amigo, segue o jogo, desencana. Nem te conheço, não deu tempo de me apegar não. E lendo a tal mensagem eu quase bato o carro na minha garagem. Chega, vou dormir. Eu não mereço ter passado por esse dia. Vou dormir antes que… sei lá, caia um meteoro de cocô na minha cabeça. Porque dizem que quando uma pomba caga na sua cabeça é sorte. Sim, puta de uma sorte, porque pra completar o dia, má sorte seria um javali voando.

Boa noite.

Anúncios

29 Respostas to “Murphy, seu cretino.”

  1. Natalie 01/10/2012 às 12:33 #

    Que dó, micki!!!!
    Mas com você tudo fica TÃO engraçado!!!!
    Lov U.
    Bjsss.

    • Gabriela Marques 02/10/2012 às 11:03 #

      hahahaha quem faz festa da desgraça levanta a mão o/
      Acho que é esse o segredo de tudo né? Vamos ser feliz gente! :)
      Love you Micki, obrigada por estar sempre aqui!
      Beijos

  2. Gabi Zabo 01/10/2012 às 14:36 #

    Amo post no comecinho da semana!!! Ja amava essa historia antes!!! Aqui no blog ficou melhor ainda!!!

    • Gabriela Marques 02/10/2012 às 11:03 #

      Amo que você é sempre a primeira a ver os pots da semana! Hehe.
      Essa história tinha que servir pra alguma coisa né?
      Beijos

  3. Marcela Oliveira 01/10/2012 às 14:55 #

    Travinha da minha vida!!!! Como dei risada!! Por mais que já soubesse desse dia fatidico ri tudo de novo, até dar dor na barriga!
    E sofri de novo por não estar nesse momento com vc…
    Love you!
    Beijossss

    • Gabriela Marques 02/10/2012 às 11:04 #

      Hahahahaha Trave, essa história é legendary. Não tem como não rir.
      É tão bizarra que chega a ser hilária.
      Não se preocupe que não estava nesse dia, em todos os outros já vale <3
      Beijocas

  4. Patricia Graicar 01/10/2012 às 15:12 #

    Ai bigulinda, como sou feliz por participar desses momentos com você! e hoje penso que essas coisas acontecem com você pra você rechear esse blog lindo de pérolas como essas. Deus não dá asas a cobras! ;-)
    Parabens por mais um post awesome!! tão bem escrito e divertido.
    Love you!

    • Gabriela Marques 02/10/2012 às 11:07 #

      Bigu, o mais feliz de tudo é que você está SEMPRE nesses momentos. Mesmo quando são alguns dias separados que viram um, lá está você, em todos eles. Parceria é parceria né culega?
      De fato deve ter acontecido tudo isso pra ficar registradinho aqui (e na minha memória de elefante!).
      Obrigada pelos elogios e por ser minha consciência (nesses momentos bizarros e nos melhores também!)
      Love you more! Beijos

  5. Fernanda 01/10/2012 às 15:44 #

    Ameeei Ga! Tinha esquecido de alguns detalhes da história e lendo o blog dei muita risada! E parecia que você estava me contando de novo a história!
    Muito sucesso pra vc amiga!!!
    Love u!
    Bjs.

    • Renata Pelli 01/10/2012 às 23:05 #

      Ai Gabriela, muita má sorte muita gente tem num mesmo dia, mas dias como esses só pode ser para mulheres especiais, não é possível, rs…. História parecida como essa (do love) já passou pela minha vida e das minhas amigas também. O bom que depois que tudo passa, mantemos a recordação, em alguns casos com algumas lições, mas também com muitas gargalhadas. Por isso vale pena viver tudo isso. beijos

      • Gabriela Marques 02/10/2012 às 11:11 #

        Oi Renata!
        Realmente, prefiro acreditar que isso aocntece com pessoas especiaias e pra quem consegue tirar isso de letra e gargalhar no final das contas. É pra isso que servem essas lições mesmo!
        Obrigada pelo comentário! Volte sempre.
        Beijos

    • Gabriela Marques 02/10/2012 às 11:09 #

      Hahahaha hermana. Não tem como esquecer essa história! Esse dia foi de fato um dos mais engraçados (e bizarros!) ever.
      Quando fui escrevendo fui lembrando de quando contei pra vocês… hahaha. Que coisa surreal.
      Obrigada por tudo! Te amo.
      Beijos

  6. celso 02/10/2012 às 11:42 #

    Parabéns menina. Cada vez mais “afiada”. Texto que encanta e desliza como uma brisa.
    Certeza de sucesso, prossiga. bjs

    • Gabriela Marques 02/10/2012 às 16:47 #

      Tio! Você é muito querido!
      Fico muito feliz em te ver por aqui e saber que está gostando.
      MUITO obrigada pelos elogios, de coração.
      Beijos

  7. Flavio Bechir 02/10/2012 às 13:14 #

    Tenho que falar, sua habilidade como escrtiora é incrível. Muito bom o Blog, li quase todos, o da academia ta sensacional e este útlimo então nem me fale. Impressionante como tem dias que absolutamente nada joga ao nosso favor :P. Keep Writing bjos.

    • Gabriela Marques 02/10/2012 às 16:49 #

      Não acreditei quando veio a notificação de comentário com seu nome…
      Que supresa VOCÊ por aqui e comentando bem NESSE post.
      Esse blog é realmente cheio de SURPRESAS. Hahahahaha.
      Volte sempre. Beijos

  8. Stefanie Shprecher 02/10/2012 às 14:44 #

    Gminha!!! Parabénsss por mais esse texto incrível!!!! Ri muitooo e como a Fefa disse dá para imaginar você contando ao vivo enquanto escreve! Adoreii!!! Sucesso querida!!! <3! Bjsss

    • Gabriela Marques 02/10/2012 às 16:50 #

      Biluguinha Stubilugui do meu coração.
      Muito obrigada pelos elogios. De coração. Não tem ideia como fico feliz em ler essas coisas aqui.
      Espero que o sucesso do blog chegue perto do da Steffi :)
      Mil beijos

  9. Milena Falco 09/10/2012 às 18:44 #

    Nossa Gabi me identifiquei mtoo com esse seu texto!! hahahaha….a Graicar dizia que adorava sair comigo pq ela ficava tranquila que td sempre iria acontecer comigo..hahahaha…..demais!!!
    “mais texto que a etiqueta da Zara” foi o melhor..chorei!!
    BJsss

    • Gabriela Marques 11/10/2012 às 09:54 #

      Mii!! hahahahaha, amei esse comentário.
      Eu NUNCA me esqueço da história do nabo ou de quem chegaram pra você e disseram “Moça, caiu um outdor no seu carro! Hahaha.
      De fato você é bem amiga do Murphy também hein?
      Adorei te ver por aqui, volte sempre.
      Beijão

  10. Ana 15/10/2012 às 18:01 #

    Gabi! Juro que to chorando de rir!! Muito bom esse texto…

    • Gabriela Marques 16/10/2012 às 11:14 #

      Hahaha que bom sbaer querida!
      Hoje em dia eu rio também, mas que dia viu…. Hahaha.
      Beijão

  11. MiZylber 17/10/2012 às 09:29 #

    Gá, é feio dizer que me diverti lendo? ahahaha nao pela sua desgraça mas, vc é DEMAIS!!!!!!!!

    • Gabriela Marques 17/10/2012 às 18:06 #

      Hahahaha Mi, é ótimo dizer que se divertiu! É essa a ideia… Foi um dia puxado mas no final eu gargalho de tudo o que aconteceu!
      Sua fofa, você que é demais ;)
      Beijos

  12. Ju Souza 07/02/2013 às 20:14 #

    Esse eu chorei muito de rir…tive que parar de ler para dar risada…kkkkkk
    Muito bom!
    Parabéns!
    Um amigo me indicou o texto do primeiro date e estou lendo todos agora!

    • Gabriela Marques 08/02/2013 às 19:20 #

      Oi Ju;
      Hahaha hoje em dia é engraçado, mas olha…vou te falar que foi um dia de caos. Não desejo a ninguém!
      Que bom que leu todos os textos, espero que tenha gostado.
      Beijos

      • Ju Souza 08/02/2013 às 19:47 #

        Já add seu blog na minha página, assim não perco mais nenhum! 😄 Mais uma vez, parabéns!!!

  13. Danielle Rohden 18/03/2013 às 20:13 #

    Eu ri…trágico, mas tu és muito engraçadaaa!!!!
    Serei obrigada a ler todos os textos…beijo ;)

    • Gabriela Marques 20/03/2013 às 18:56 #

      Oi Danielle;
      Não se preocupe, é pra rir mesmo! Hahaha.
      Hoje em dia também dou muita risada desse dia infernal.
      Espero que tenha gostado dos outros textos que leu.
      Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: