To do list eterno.

29 abr

Imagem

Esse final de semana fiz uma das coisas que mais me dá prazer no mundo: arrumar meu quarto. Sou dessas. Mas arrumar de verdade. Organizar tudo que é possível. E para uma pessoa com muito TOC e bastante neurótica, arrumar o que já está praticamente impecável é tarefa árdua. Mas eu me dedico. E arrumei muito. Tirei, dobrei, arrumei por cores, tamanho, tirei roupas para doação, alinhei livros e assim por diante. E nessas arrumações você acaba percebendo um monte de coisas sobre você. Além do fato de ser completamente alucinada e ter muito mais coisa do que realmente preciso, muito mais roupas do que consigo usar, muito mais fotos que um chinês e muito mais livros do que é possível ler, eu percebo que tenho um monte de tarefas pela frente. Um monte que vem se acumulando e diversas novas. Aquela listinha de “To Do” básica, que no meu caso se tornam eternos.

Separei alguns aqui como causa e efeito para que fique um pouco claro (e para que eu me engane um pouco mais) que há motivos para eu não cumprir. Vamos lá, aqui lhes apresento minha eterna to do list:

Fato: Eu preciso acordar mais cedo.

Motivos: Pra conseguir ir à academia de manhã, pra me arrumar com mais calma, pra chegar mais cedo no trabalho. Pra quem sabe voltar a fazer drenagem de manhã, pra conseguir secar o cabelo e não sair como louca com o cabelo pingando, pra não me maquiar no carro e quase bater no coleguinha da frente. Pra voltar pro pilates, ou pra não usar o snooze mais de 9 vezes (é uma doença isso).

Desculpinhas esfarrapadas: Sono, muito sono. Tô cansada do dia anterior, só mais 5 minutinhos, ah sei lá, me deixa dormir.

Possível realidade: Vou tentar, eu juro. Já arrumei o despertador pra amanhã.

Fato: Eu preciso ir mais vezes à academia.

Motivos: Só 3 vezes na semana não é suficiente. Mais academia = mais magra. Sarada é o novo magra.  É saudável, obviamente. Ninguém aqui tem mais 18 aninhos e as coisas caem. Ouvi dizer que até o nariz cai. Aff.

Desculpinhas esfarrapadas: Não consegui acordar. Me enrolei no trabalho e fiquei cansada pra ir à noite.  Putz tive eventos e encontrinhos todos os dias dessa semana. Tenho um date inadiável. Tô com cólica, ta puxado. Tô dolorida do treino de ontem. Comi muito pouco hoje, é capaz que eu desmaie. Ai, preciso procurar um esporte ao ar livre, to com fobia da academia.

Realidade: Próxima semana eu vou todos os dias. É sério! (aham…)

Fato: Preciso falar mal dos outros com menos frequência (porque nunca é impossível, vai?)

Motivos: A Kabbalah me ensina a não julgar, a ser menos reativa. Fofoca não leva a nada e faz mal. Tudo que vai volta, se você fala mal de alguém, falarão de você. Você se torna uma pessoa pior ao ressaltar os defeitos dos outros. Deus castiga quem fala mal.

Desculpinhas esfarrapadas: É divertido. Nem falo tão mal das pessoas, vai? Minhas amigas me instigam a isso quando iniciam esses assuntos. Falar dos outros é garantia de boas risadas. Devem falar de mim também, e daí? Um pouquinho só não dói.

Realidade: Vou melhorar. Só pela Kabbalah. E por mim também vai… Amigas, ajudem!!

Fato: Preciso visitar mais minha avó de Floripa.

Motivos: É minha avozinha querida. Ela merece. Ela morre de saudades dos netos paulistas. Ela é uma fofura e não mede nem 1,50. É minha única avó viva. Mora em Floripa gente, qual a dúvida de ir pra lá todo final de semana?

Desculpinhas esfarrapadas: Putz, a passagem tá cara. Ando super atarefada nos finais de semana. Tô sem tempo. Tenho casamento todo final de semana. Meu irmão não deixa de ir pra Juquehy nem um fim de semana. Esqueci de me programar.

Realidade: Vou tentar vovozinha. Esse ano já fui uma, prometo tentar mais umas 3! Se não conseguir prometo ligar mais vezes.

Fato: Preciso fazer trabalho voluntário. Preciso ajudar mais ONGs.

Motivos: Durrr. Óbvio né? Tem um monte de gente precisando de ajuda e todo mundo precisa dividir um pouco do que tem, a vida nos dá tanto! Faz um bem enorme ajudar pessoas. Só dar dinheiro não adianta. Eles precisam de tempo, carinho e qualquer dedicação.

Desculpinhas esfarrapadas: Mas eu já ajudo com dinheiro, todo mês. Tô sem tempo. Preciso encaixar isso nos meus finais de semana. Minha mãe já ajuda bastante.

Realidade: Cara, eu sou bizarra, preciso mudar isso urgente. É prioridade, sério. Tô mal agora.

Fato: Preciso guardar dinheiro.

Motivos: Já não sou mais menininha (há tempos), preciso me programar pro futuro. Preciso trocar de carro. Preciso comprar um apartamento. Qualquer pessoa normal guarda dinheiro, só eu não consigo?

Desculpinhas esfarrapadas: Putz, tá tudo tão caro né? Morar em São Paulo é uma fortuna! O pouco que guardo eu torro nas férias e no réveillon. Não dá pra ser solteira e não gastar os tubos. Tem aquele vestido e aquela bolsa que seria uma afronta não comprar. Gasto muito em farmácia e cabelereiro.

Realidade: A coisa tá feia pro meu lado. Ou eu começo a guardar, ou começo a guardar. Chega de brincar de ser adolescente.

Bom, tem tantos outros “to dos” que passaria dias aqui escrevendo. Preciso levar a Mel pra passear mais vezes, preciso mexer menos no celular, ver vários filmes que estão no cinema, preciso ir pra praia mais finais de semana, ligar pra um monte de gente que estou em falta, fazer aquela depilação definitiva, cortar o cabelo mais que uma vez ao ano, preciso organizar minhas fotos, me atualizar nos milhões de seriados que assisto, passar cremes anti rugas. É uma lista infinita. E vou tentando cumprir né… one day at a time. Mas agora preciso cumprir um da lista que me persegue há tempos. Preciso dormir mais cedo! Boa noite! E se tudo der certo acordo mais cedo amanhã e vou no spinning de manhã. Amém.

Anúncios

8 Respostas to “To do list eterno.”

  1. Mirna Nunes 29/04/2013 às 11:34 #

    Ai, Gabi, é o mal do “serumano”…arrumar desculpas pra não fazer as coisas , que já foram planejadas, um milhão de vezes…Eu mesmo me vejo fazendo um monte de promessas e no fim não dão certas, por minha culpa, minha máxima culpa….Mas vamos tentando e nos aperfeiçoando, na difícil tarefa de ser o melhor SER HUMANO desse mundo! Um beijão.

    • Gabriela Marques 02/05/2013 às 10:14 #

      Pois é Mi…
      E é cada desculpinha pior que a outra né? Hahaha.
      Mas pensa bem, se estiver tudo “done” e resolvido não tem sentido sairmos da cama né? É bom ter esse to do diário!
      Vamos aperfeiçoando… hehe.
      Beijos

  2. RoNie 29/04/2013 às 23:58 #

    Ai Gabi! Nao aguento! Seus textos estao muito bons me identifico muito com os assuntos!
    Ja estou curiosa pro proximo!! Bjsss

    • Gabriela Marques 02/05/2013 às 10:15 #

      Oi Ro;
      Muito obrigada! De verdade!
      Espero você por aqui no próximo então.
      Beijão

  3. Lary 12/11/2013 às 15:46 #

    APAIXONADA pelos seus posts! Seu texto é leve e bem humorado! Virei fã! hahaha

    • Gabriela Marques 25/11/2013 às 15:49 #

      Oi Lary;
      Que delicia!!
      Muito obrigada pelo elogio. Volte sempre.
      Beijos

    • Gabriela Marques 02/12/2013 às 11:28 #

      Oi Lary;
      Muito obrigada!! Adorei que virou fã. Volte sempre aqui.
      Beijos

Trackbacks/Pingbacks

  1. Manias que adquiri (depois de velha) com o tempo. | smile, wait. - 06/11/2017

    […] – Mania de organização e listas – Isso eu também já tinha, vide esse texto aqui, mas só piorou com o tempo. É meio enlouquecedor mas é meu jeitinho […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: