A bipolaridade das épocas festivas.

6 jan

                                         Imagem

 

O final de 2013 chegou tão de repente como aqueles ventos de países frios que te dá tapa na cara. Pra mim ainda era Setembro e eu estava planejando minhas férias, quando de repente… Decoração de Natal no Iguatemi! E na Paulista toda e campanhas de Natal no ar. Ferrou, é Dezembro e eu mal comecei tudo o que eu tinha prometido lá em Janeiro.

E aí começa a minha bipolaridade dessa época tão solene. Dezembro, aquele mês que tem comemoração/happy hour/encontrinho/amigo secreto/churras/confraternização toooodo santo dia. Tá, legal… é maravilhoso estar com os amigos, com as pessoas do trabalho, etc. É uma delícia festejar,  desacelerar e sempre ter um evento no final do dia. Bipolaridade mode on: ah, mas todo dia? Puta saco hein. Tem gente que eu mal vi durante o ano, por que tenho que ver agora? E as funças de rotina? Academia, Kabbalah, etc? Desencano de tudo?

Daí dá aquela alegria de que está chegando o Natal, as pessoas estão mais solidárias, mais generosas e mais amáveis. Eu sou apaixonada pelo Natal. Pareço uma criança debiloide quando se trata desse assunto. Fico emotiva mesmo, e inexplicavelmente feliz. Mas daí vem a bipolaridade: Ahhh maldito trânsito do Ibirapuera por causa da árvore mais feia da história da humanidade. Shopping lotado, não tem onde estacionar, lojas cuspindo gente, o calçado 39 sempre em falta, trânsito por todo canto, um caos.

Mesmo assim, me conforta saber que já está perto da trinca de semanas que eu mais amo no mundo: Natal, réveillon e meu aniversário. Bem assim, uma semaninha após a outra. Bipolaridade again: Mas já é réveillon? Eu preciso fazer drenagem por 20 dias seguidos pra me desintoxicar desses eventos de fim de ano, e eu ainda não perdi os 4 kgs que faltavam (durante o ano todo!). E o pior, não cumpri minhas promessas do começo do ano e nem tenho roupa pro réveillon. Bem nesse ano que vamos pra Noronha, o lugar mais surreal do Brasil, só gente bonita, ai meu Deus, e agora?!  

Daí a gente foi pra Noronha. É tão lindo que doi. De verdade, não dá nem pra explicar. Se existe paraíso, é lá. E tudo que a gente queria era que chegasse logo a fatídica festa de réveillon. Bipolaridade versão Noronha: Mas se chegar o réveillon acaba a viagem! Porque dia 1º é o dia de agonizar na praia de ressaca e no dia 2 vamos embora! Não pode chegar nunca esse réveillon porque eu não quero ir embora nunca mais. O que fazemos?

Daí o ano começou, e junto com 2014 chegaram aqueles milhões de pensamentos, e energias e promessas e mudanças. Aquelas ideias de mudar a rotina, morar fora de novo, ou ficar e arrasar no trabalho. Aquele monte de coisa. Que delícia que é renovar e começar tudo do zero com a sensação de que vai ser melhor, de que agora vai funcionar, e de que tudo vai fazer sentido. Bipo de novo: na real mesmo, nada mudou né? É só uma ilusão de que as coisas vão se renovar mas se for olhar bem, tá tudo bem parecido ao dia anterior que era o ano passado né? Sei lá… pensa bem.

Bom, mas o que importa é que daqui alguns dias é meu aniversário. Yay! Eu amo aniversário, amo comemorar, amo dar uma mega festa todo ano, amo presentes e cartões e parabéns de todos os tipos. Acho que tenho esse apego por essa data desde criança. Dia 08 é um dia tão lindo… Bipolaridade versão semi balzaquiana: vou fazer 29 anos! É só um antes dos 30. Fudeu! Preciso sair de casa, ser bem sucedida no trabalho, casar e estar em forma porque depois não tem mais jeito. Tudo isso em UM ANO, será que rola?

E aqui estamos nós, já no 5/365 de 2014. (Mas ontem não era dia 1º?). E hoje é domingo, e eu adoro domingos. É dia de relaxar, escrever, ler, ver seriados, organizar tudo. Lá vem ela, a bipolaridade: Mas amanhã é segunda! Dia terrível! É o fim das férias, é voltar ao trabalho, é rotina e chatice e eu só tenho férias em Julho. Ó céus! É isso. É o que temos pra hoje, e pra amanhã. E pro resto do ano. Até chegarem esses momentos bipolares de novo no final do ano. Até lá, seguimos assim, normais. Ou não. Feliz 2014 bipolar!

Anúncios

11 Respostas to “A bipolaridade das épocas festivas.”

  1. priscila 06/01/2014 às 11:27 #

    É isso mesmo! Tudo na vida tem o lado bom e o não tão bom…. e temos que saber equilibrar e curtir cada momento!!! Happy new year amiga linda!!! Love u!!

    • Gabriela Marques 15/01/2014 às 13:46 #

      Total. É tudouma questão de equilíbrio, e paciência.
      Smile, wait! Hehehe.
      Happy New Year meu amor.
      Mil beijos

  2. Fernanda S. 06/01/2014 às 11:45 #

    E quem já quer voltar para Noronha? E topa ficar mais uma semana na Helen? Com a Fatima e Nandi? Bipolaridade???? ahhahahaha

    • Gabriela Marques 15/01/2014 às 13:47 #

      o/
      Pelo amor, eu topo mais esse restinho de ano na Helen.
      Noronha é vida, isso aqui que vivemos que não é.
      Beijos Nandiiiii!

  3. Fatima Marques 06/01/2014 às 19:33 #

    Por isso tudo que a vida é linda de viver.por tudo de bom que nos acontece, e algumas coisas não tão boas assim, dias felizes e outros nem tanto, amores, desamores, alegrias, tristezas, promessas feitas mas nem sempre cumpridas, raiva e as vezes um pouquinho de inveja, e logo depois arrependimento por tais sentimentos etc.etc…..mas afinal somos humanos e erramos muito mas tb acertamos , e é isso que importa: prontos de novo para enfrentarmos o ano que começa, com fé e esperança de que será o melhor ano de nossas vidas. BJS filha!!!!!

    • Gabriela Marques 15/01/2014 às 14:00 #

      Mamy, tá decidido. Você terá uma coluna no meu blog. Hahaha. Seus comentários são sempre brilhantes, eu amo.
      É isso mesmo, eu sempre acho que esse é o melhor ano da vida, o melhor dia e assim por diante. Sou mais feliz vivendo assim e acho que isso eu aprendi com você e com o papai.
      Obrigada por isso, e por tudo.
      Te amo. Beijos

  4. Marcela 06/01/2014 às 20:37 #

    Mto bom!!! Adoro ler seus posts e depois ver o comentário da sua mãe, ela diz sempre o q a minha mae diz tmb ;) Mega me identifiquei com td q vc escreveu, acho q é “normal ser bipolar”, rs. Mas roupa pra ano novo eu nuuunca encontro! Branco pra quem ainda está palmito de escritório é complicado né? Happy Bday Gaby! Tudo de bom!!!! Beijos

    • Gabriela Marques 15/01/2014 às 13:59 #

      Oi Ma;
      Minha mãe é muito fofa né? Não aguento os comentários dela. Dá vontade de esmagar.
      Pelo visto sua mãe é bem parecida.
      Que bom que se identificou. Me sinto menos louca quando sei dessas coisas. Hahahaha.
      Obrigada pelos parabéns querida.
      Beijos

  5. Alina 07/01/2014 às 22:26 #

    E quando você se identifica com cada bipolaridade?! Parabéns Gabi por mais um excelente texto e parabéns pelo seu aniversário que é daqui há 1h30!!! :) Beijinhos

    • Gabriela Marques 15/01/2014 às 13:47 #

      Ahh sua querida!
      Obrigada pelas palavras. E pelos parabéns! Foi um dia bem especial mesmo.
      Beijos

  6. Vini 15/01/2014 às 14:05 #

    Completarei 29 em fevereiro o meu ciclo é igual ! Meu projeto novo de trabalho já afundou de 2014, mas não desisto !!

    Abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: