Meu grande e eterno amor: A Suécia.

17 dez

large (4)

Se você já conversou comigo por mais de 10 minutos sabe de alguma maneira que sou totalmente apaixonada pela Suécia. É, isso mesmo, a Suécia, aquele país nórdico, dos vikings loiros bem apessoados. Aquele país frio que se sabe tão pouco sobre. Eu realmente não sei explicar muito bem e acho que nem tem tanta explicação como todo grande amor verdadeiro. Mas é algo realmente forte.  Inclusive já vai fazer aniversário de 10 anos esse tal apego, mesma idade da minha terceira tattoo, escrita em sueco!

Tudo começou quando morei em Barcelona. Tinham muitos suecos e suecas no meu curso de espanhol e a beleza e educação desse povo foi algo que me chamou atenção. Uma sueca morava comigo e ficou bem minha amiga. Foi ela que despertou toda essa minha curiosidade e amor pela Suécia. Ela se apaixonou pelo Brasil e eu pela Suécia, então todos os dias trocávamos muitas informações e curiosidades e eu sempre aprendia algo sobre lá e fui me encantando cada vez mais. Pra começar essa tal sueca estava em Barcelona fazendo um curso de fotografia que o governo estava pagando pra ela. Por que? Porque ela pediu. Lá é assim, você pede e o governo te dá. Lá os impostos são altíssimos (cerca de 30% do salário). No entanto é absolutamente tudo voltado para a população. O governo investe na saúde, educação, limpeza da cidade, transportes públicos, etc. Crianças e jovens não pagam hospital e nem dentista até os 18 anos. Ou seja, tudo funciona, inclusive o governo. Aliás, na Suécia não existe corrupção. Dá pra acreditar? Simplesmente não existe. Os políticos não tem luxo, ganham o mesmo que um cidadão comum ou até menos. Andam de metrô e ônibus como todo mundo. Moram em apartamentos de um quarto e vivem bem assim. Igual aqui, né gente?

Essa minha amiga me convidou pra passar o Natal com a família dela na Suécia. Imaginem a minha felicidade? Sou a pessoa que mais gosta de Natal do planeta. Amo, sou retardada nessa data. E eu iria passar um Natal de verdade! Num lugar frio, com neve caindo e num país colado à terra do Papai Noel (Finlândia) fazendo jus as vestimentas do bom velhinho! Era tipo um sonho. Fui e lá pude comprovar que tudo o que eu imaginava sobre a Suécia era aquilo e muito, muito mais.

Os suecos são sempre bem gentis e educados com todo mundo, é praticamente impossível ser destratado por um sueco. Podem até ser frios (como todo bom europeu), porém, jamais vão ser grosseiros ou propositalmente irão te magoar. Eles são cuidadosos com as palavras e evitam qualquer tipo de conflito. Além disso, são as pessoas mais bonitas do mundo. Juro. Todo mundo é lindo, é inacreditável. É todo mundo loiro, alto, olhos claros, com a pele meio dourada ou bem branquinha e são aaaallltos, bem altos. A média de altura FE-MI-NI-NA é 1,75cm. Que tal? Essa é a média de altura masculina no Brasil, veja se não sou desfavorecida nesse país. Eles são lindos e nem por isso são modelos. Uma menina da minha classe (a pessoa mais bonita que já vi de perto) era carteira. Isso mesmo, carteira. Se eu recebo uma carta daquela mulher eu mesma peço ela em casamento.

Todas as cidades são extremamente limpas, impecáveis. Dificilmente se vê lixo no chão, é tão limpo que você pode ser multado se for visto jogando lixo no chão. Além de limpo, é muito organizado. Tipo, inacreditável. Se você viu pela internet que seu ônibus vai passar as 16:32 é essa hora que ele vai passar. E vai chegar ao destino na hora marcada.  Cada prédio tem sua própria lavanderia e secadora, é só agendar um horário e pronto. Fora isso, você faz absolutamente tudo pela internet, não existe ficar em fila para pagar uma conta ou pra fazer qualquer coisa.

By the way, a internet lá é inacreditavelmente mais rápida. Inclusive, é lá que estão os maiores hackers do mundo, os caras inventaram o Piratebay. Não que isso seja legal, não me leve a mal, só tô mostrando o quanto de gente inteligente que tem por lá. Os caras criaram a Ikea, H&M, Spotify, Electrolux, Volvo e deram ao mundo o ABBA, Roxete e o Alfred Nobel. Não é pra morrer de amor?

Casais suecos têm, juntos, direito a 480 dias para cuidar do bebê. Ou seja, os pais suecos podem tirar até 1 ano e dois meses de licença-paternidade remunerada. Oi? É, é isso mesmo. Quanto ao clima, eu fui pra lá no inverno então escurecia perto das 15hs da tarde (isso é muito surreal). E lá também existe o sol da meia-noite, onde o sol não se põe nos meses de verão. Isso mesmo! Fica sol o dia inteiro em junho, julho e agosto.

Mais algumas curiosidades que fazem da Suécia o meu país ideal: Não existem cursos de inglês particulares, pois todos já aprendem a falar o idioma na escola. Não se usa calçados dentro de casa, nem no trabalho. Anda-se de meias. (Gente, sonho!) Em dezembro até chegar o Natal existe uma comida típica por dia que deve ser consumida e faz parte das boas maneiras oferecer aos convidados doces feitos por você além de um vinho quente maravilhoso. Na Suécia, quanto mais hora extra você faz, maior é o imposto que você paga. Isso acontece para dar mais chance de todos trabalharem, já que, ao fazer hora extra, você pode tirar vaga de emprego de outra pessoa. Todas as torneiras têm água quente e fria, dependendo de para onde vira-las. (Isso é uma coisa imbecil mas não podia deixar de mencionar).

Por fim, vale lembrar que a Suécia é uma monarquia constitucional, tem charme maior que isso? Lá vive a Rainha Sílvia, filha de uma brasileira (!!!!). Alô? Princesa Gabriela em breve? Gente, sério. Eu não consigo parar de me apaixonar por esse lugar e cada vez mais tenho certeza que ainda vou morar lá por um tempo. E acho que depois de tudo o que falei deve ter mais gente querendo ir comigo né? Vamos? Está na melhor época pra irmos! God Jul och ett underbart nytt år till er (Feliz Natal e um ano novo incrível para vocês!)

Anúncios

12 Respostas to “Meu grande e eterno amor: A Suécia.”

  1. Natalie 17/12/2014 às 14:13 #

    Ga,
    Juro q deviam traduzir seu texto e mandar para alguém de lá!!! Ate eu que estou de férias fiquei com vontade de largar tudo e ir pra lá!!!
    Bjss

    • Gabriela Marques 06/01/2015 às 19:37 #

      Micki! É verdade, vou fazer isso pro inglês pelo menos.
      Minha mais amiga sueca entende português então ela conseguiu ler! Uffaa! Farei isso pelos outros.
      Vai um dia, não vai se arrepender.
      Beijos

  2. Patricia Rusilo 17/12/2014 às 15:24 #

    Gabi !!!! Umas 2 semanas atrás, o Globo Repórter foi sobre a Suécia…e eu nunca vejo esse programa, mas justamente esse eu assisti ( aliás, foi minha mãe que falou tanto sobre ele que resolvi assistir com ela .. ) .. Realmente é impressionante a organização e a extrema preocupação de oferecer qualidade de vida pra todos de forma igualitária … Mas sabe o que mais me encantou ? A estação de metrô de Estocolmo ser uma galeria de arte 😃😃😃.. Já me imaginei por lá, querendo morar nessa estação … rsrs…Difícil é não amar a Suécia ❤️❤️❤️. Bjs

    • Gabriela Marques 06/01/2015 às 19:38 #

      Pati!
      Uma amiga me avisou sobre esse Globo Reporter mas eu dormi e não consegui assistir, queria muito.
      Essa estação é simplesmente divina, você amaria a Suécia. Pode colocar na listinha das próximas viagens.
      Beijo grande, querida.

  3. mirna nunes 17/12/2014 às 16:13 #

    Como sempre você Gabriela ….abafando !! Que texto lindo…gostoso de ler e como é bom aprender que existem países como esse, em que vale a pena viver, trabalhar, pagar os impostos e saber que tudo é do povo, para o povo e pelo povo !!!! bjos.

    • Gabriela Marques 06/01/2015 às 19:40 #

      Obrigada Mirna.
      Realmente, la vale muito a pena. Impressionante aquele lugar.
      Beijos

  4. elin 18/12/2014 às 06:05 #

    Oi Gaby, parece incrível quando voce fala sobre Suécia :) Embora eu seja mais curto do que a altura média brasileira, haha. Espero que tengas una navidad bonita, god jul! bjs

    • Gabriela Marques 06/01/2015 às 15:34 #

      Elin querida!!!
      Esse post foi quase uma homenagem a vc. Minha sueca mais brasileira do mundo que fala português fluente.
      Meu Natal foi lindo mas não tão especial quanto o nosso na Suécia na sua casinha :)
      Saudades, Beijos

  5. Andrea 19/02/2015 às 19:16 #

    Oi! Não conhecia seu blog, cheguei de paraquedas, mas nossa, agora quero ir pra Suécia também! :D

    • Gabriela Marques 03/03/2015 às 12:10 #

      Oi Andrea;
      Que bom que conheceu o blog. Vá sim para a Suécia que tenho certeza que vai amar.
      Beijos

  6. Tuka 31/03/2015 às 12:56 #

    Oi Gabi, Tudo bem?

    Vc nao me conhece mas sempre leio seus textos, e me lembro de quando li esse texto, no dia que vc postou.

    E eis que vou me casar e vamos viajar de lua de mel e resovlemos ir… pra Suécia !

    Voce tem alguma dica do tipo que nao podemos deixar de ir?

    Obrigada,
    Beijos e parabens pelos seus textos !

    • Gabriela Marques 27/04/2015 às 10:42 #

      Oi Tuka, tudo bem?
      Que coincidência boa!!
      Tenho dicas sim, me manda um e-mail no gabymarquess@gmail.com e te passo algumas.
      Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: